Sobre

IRMANDADE DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DOS HOMENS PRETOS DE CHAPADA DO NORTE SERÁ TEMA DE PESQUISA DO CURSO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS HUMANAS DA UFVJM - CAMPUS DIAMANTINA


Veja na integra tudo sobre essa notícia.

IRMANDADE DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DOS HOMENS PRE...

“Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte será tema de pesquisa do curso de mestrado em Ciências Humanas da UFVJM - Campus Diamantina"
Um grupo de integrantes da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte recebeu na noite de 24 de Maio na Capela do Rosário o poeta, escritor, fotógrafo, desenhista, radialista, atual presidente da Coquivale e mestrando em Ciências Humanas na UFVJM, Jô Pinto da cidade de Itinga.
Jô explicou aos irmãos que decidiu des“Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte será tema de pesquisa do curso de mestrado em Ciências Humanas da UFVJM - Campus Diamantina"
Um grupo de integrantes da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte recebeu na noite de 24 de Maio na Capela do Rosário o poeta, escritor, fotógrafo, desenhista, radialista, atual presidente da Coquivale e mestrando em Ciências Humanas na UFVJM, Jô Pinto da cidade de Itinga.
Jô explicou aos irmãos que decidiu desenvolver sua tese abordando as irmandades do Rosário e suas histórias de fé, cultura e resistência do povo negro ao longo dos séculos na região. E neste estudo tem como objetivo estudar livros de registros, conhecer indumentárias e conversar com pessoas que ajudam a perpetuar toda a tradição de matriz africana no Vale do Jequitinhonha. E que como produto final deseja entregar para a Irmandade do Rosário uma cartilha com o trabalho desenvolvido. Os irmãos presentes se colocaram a disposição para contribuir com o trabalho e felizes com o fato da bicentenária história da Irmandade do Rosário continuar despertando olhares de estudiosos, além de ressaltarem a importância da ação como meio de fortalecimento da cultura local.envolver sua tese abordando as irmandades do Rosário e suas histórias de fé, cultura e resistência do povo negro ao longo dos séculos na região. E neste estudo tem como objetivo estudar livros de registros, conhecer indumentárias e conversar com pessoas que ajudam a perpetuar toda a tradição de matriz africana no Vale do Jequitinhonha. E que como produto final deseja entregar para a Irmandade do Rosário uma cartilha com o trabalho desenvolvido. Os irmãos presentes se colocaram a disposição para contribuir com o trabalho e felizes com o fato da bicentenária história da Irmandade do Rosário continuar despertando olhares de estudiosos, além de ressaltarem a importância da ação como meio de fortalecimento da cultura local.